Copa-do-mundo-russia-2018

Entre 14 de junho e 15 de julho, todos as atenções estarão voltadas para a à Copa do Mundo 2018. Durante este período, as principais seleções disputarão o título de melhor do planeta. Nesta edição, a Rússia é o país sede do torneio, que é o primeiro a acontecer no Leste da Europa.

Enquanto a Copa do Mundo não começa, separamos algumas curiosidades dessa edição para você já começar a se aquecer.

1. A Copa será disputada em 11 cidades: Moscou, Ecaterimburgo, Samara, Saransk, Cazã, Sochi, Kaliningrado, Volgogrado, São Petersburgo, Níji Novgorod e Rostov do Don.

2. Quatro estádios foram construídos do zero especialmente para o Mundial, e oito foram reformados. O principal é Lujniki, que receberá a abertura da Copa, uma das semifinais e a Final.

3. A única cidade com dois locais para jogos é Moscou, enquanto outra localidade, Kaliningrado não fica dentro do país.

4. Pelos cálculos mais atualizados divulgados pela imprensa russa, o custo total das 12 arenas da Copa é de R$ 19,393 bilhões, ou seja, mais que o dobro do Brasil.

5. 32 países vão disputarão a taça de campeão mundial de futebol em 2018, destes 14 seleções são da Europa, 5 da Ásia, 5 da África e 8 das Américas.

6. Das 32 seleções, sete delas já têm ao menos um título mundial: Brasil (5 títulos), Alemanha (4 títulos), Itália (4 títulos), Uruguai (2 títulos), Argentina (2 títulos), Espanha (1 título), França (1 título), Inglaterra (1 título).

7. O Brasil é o único país que disputou todas as 21 edições do torneio, e é também a seleção que se sagrou mais vezes como campeã, com cinco títulos.

8. Islândia e Panamá vão estrear na Copa do Mundo.

9. Dez países que não competiram pelo título da Copa de 2014 vão estar na Rússia. São elas: Arábia Saudita, Peru, Dinamarca, Sérvia, Suécia, Polônia, Egito, Marrocos, Senegal e Tunísia.

10. Algumas das grandes potências do futebol ficaram de fora da Copa da Rússia, como Holanda e Itália, que não se classificaram nas eliminatórias.

11. A inspiração para o logo da Copa é a matriosca, boneca tradicional da Rússia que é, inclusive, um dos símbolos do país.

12. A Rússia já foi sede de grandes eventos esportivos, com os Jogos Olímpicos de Verão de 1980, em Moscou, e os de Inverno de 2014, em Sochi. Entretanto, esta será a primeira vez que o país sediará a Copa do mundo FIFA.

13. O Brasil é a seleção mais valiosa desta edição da Copa. Com as transferências de Neymar ao PSG e Philippe Coutinho para o Barcelona, seu valor de mercado chega a R$ 2,07 bilhões, seguida de Espanha (R$ 2,03 bilhões) e Bélgica (R$ 2 bilhões).

14. O mascote oficial da Copa de 2018 se chama Zambi Vaka (que significa “Pequeno Goleador”). Ele foi eleito com 53% dos votos, superando outros animais, como um tigre e um gato.
zabivaka-mascote-copa-2018-russia

15. A bola da Copa se chama Telstar 18. Este nome é uma homenagem a bola que usada na Copa do México, em 1970. Além disso, esta será a primeira bola na história das Copas a ter um chip NFC (possui capacidade de interação wireless via smartphone).
Telstar-18-bola-da-copa-russia

16. O ponta esquerda alemão, Thomas Müller é o jogador com mais chances de se tornar o maior artilheiro da Copa do Mundo. Ele tem 10 gols em duas participações e pode superar seu compatriota Miroslav Klose como o maior goleador. O atual recordista tem 16 gols. Em 2014, durante a copa do Brasil, ele ultrapassou o brasileiro Ronaldo, que somava 15 gols.

17. A taça tem espaço para escrever os nomes dos vencedores até 2038. Depois, é provável que seja feita uma nova para o torneio.

18. Esta Copa terá um tempero especial. Trata-se da disputa entre Cristiano Ronaldo e Messi, que vão para o quarto Mundial consecutivo cada um. E essa pode ser a última chance de conquista para eles. CR7 está com 33 anos e Portugal chega embalado após o título da Eurocopa 2016. Já o astro do Barcelona tem 30 anos e esteve no vice da Argentina há quatro anos.

19. A última vez que os italianos não participaram de uma copa do mundo foi há 60 anos, em 1958, na Suécia. Na Rússia, a seleção é a única das sete campeãs a não se classificar para a disputa.

20. Na Copa da Rússia, o Grupo H é o único a não contar com pelo menos uma seleção campeã. A chave conta com Polônia, Senegal, Colômbia e Japão. Os demais têm pelo menos uma equipe que já levantou a taça.

Comentários

Deixe seu comentário


Sobre o Bella Politica de Privacidade Política de Cancelamento Programa Afiliados Área do parceiro Imprensa Contato RSS

Preencha o endereço de e-mail utilizado no seu cadastro para receber sua senha